10.6.08

melancolia


depois que você se foi
deixei de fazer poemas
meus dias viraram noites
as noites, mil quarentenas

a água do mar secou
perdeu o cheiro a açucena
briguei com o dono do bar
violão calou, pequena

encantos não vejo mais
desprezo divas, sirenas

o sangue sumiu das veias
viver deixou de valer a pena



3 comentários:

edson marques disse...

MAO,

Se a falta dela causa até o teu desprezo a divas e sereias, meu deus!, quem será ela?

Será a Liberdade?!

Abraços, flores, estrelas..

Joellson Braga disse...

Tudo, menos brigar com o nosso maior amigo, o DONO DO BAR

Ana Paula Nogueira disse...

ai amigo, que poeminha triste. :(