28.9.07



cedo desejei
tarde
conquistei
tarde
perdi
cedo esqueci



27.9.07



conhecereis o
delírio e
o
delírio vos libertará



26.9.07



teu amor já não me serve mais,
meu coração fechou pra balanço.

balança por outra!



25.9.07

fênix

não é que eu tenha
te esquecido.
me acostumei
a viver sem você.
mas ainda
há brasa
entre as cinzas.
um soproe a chama
volta a arder





23.9.07



antes do galo cantar
,

eu te amarei
três vezes



22.9.07


teu
sorriso, teu colo, tua paciência...
eis o meu tesouro



21.9.07



poeta?

que nada
sou membro da academia

de letras erradas...



(josé carlos vieira)




20.9.07



me revolta 
esperar tua volta
nas voltas que 
o mundo dá




19.9.07



nunca é demais lembrar:
princesa que beija sapo,
sapa virará



18.9.07

requisitos

namoro
sem poesia?
estou fora,
tenho alergia

namoro
sem violão?
obrigado,
quero não!

namoro
sem serenata?
não consigo,
acho sem graça



16.9.07



o limite do meu
amor
é minha
individualidade




14.9.07




não sinta falta dos
amores passados.
sinta falta dos
amores futuros






ela é suave assim
e sabe quase tudo de mim
ela sabe onde eu
queria estar enfim

(chico amaral)







eu te amo

(webdings)




13.9.07



(pra não dizer que não falei das cores)
beleza esquálida,
cor de marfim!
a cor do pecado
é branca pra mim




esqueça o ontem,
ame hoje
o amanhã



12.9.07



amor
icos
amortiçados
amornecem com
amorudas
amorenadas






fala que eu te expulso!

(tem dias que acordo meio totalitário)




11.9.07




dia do caçador

no amor, quem procura liberdade deve estar
preparado para encontrar a solidão. Ou não!





poesia 1970

tudo o que eu faço
alguém em mim que eu desprezo
sempre acha o máximo.
mal rabisco
não dá prá mudar nada.
já é um clássico




(paulo leminski)

9.9.07

insonia

saudade é
pensar em você
do deitar ao
amanhecer




8.9.07

renascença

um novo amor,
um novo filho...
ah, esta formosa!
me deu até
uma casa nova



7.9.07

(sem título)

e quem disse que tem que fazer sentido o que escrevo?
estranho é crer no que não vejo,
desejar ser teu desejo
e morrer pelo teu beijo





6.9.07



só tenho medo

de ter medo
de enfrentar

meus medos




5.9.07

competição

no jogo da sedução,
quando jogo com você,
gosto de ganhar,
de empatar e perder





classificados

troca-se
um casebre
por um amor breve.
usado serve



3.9.07

fingidor

por ela
mato,
choro,
calo,
sinto.
por ela
morro,
rio,
grito,
minto!




2.9.07

remake

o mal do sabido é achar que o mal do
sabido é achar que todo mundo é besta